FLORESCÊNCIA

Os problemas de saúde freqüentemente têm suas origens na mente; sentimentos que foram persistentemente reprimidos emergem primeiro como conflitos mentais, manifestando-se em seguida na forma de doenças físicas.

O Dr. Edward Bach, médico inglês, desanimado com a medicina ortodoxa, abandonou sua clínica e se mudou para o campo. Lá descobriu possuir uma sensibilidade que lhe permitia sentir as energias transmitidas pelas flores apenas tocando-as, ou entrando em contato com as gotas que o orvalho deixava sobre elas. Entre 1930 e 1934, o Dr. Bach identificou 38 flores silvestres, preparou as essências florais e escreveu os fundamentos da sua nova medicina na obra “Os florais de BACH”. Defendia que “o medicamento deve atuar sobre as causas e não sobre os efeitos, corrigindo o desequilíbrio emocional no campo energético”. As flores atuam sobre a desarmonia profunda do paciente, formando a base para a recuperação dos sintomas físicos.

Os florais FLORESCÊNCIA são preparados de acordo com o método do Dr. Bach. Entre 2001 e 2007, identifiquei em algumas cidades do Rio Grande do Sul as 28 flores que compõe este sistema.

O Sistema FLORESCÊNCIA tem por fundamento a associação de 28 essências florais aos 28 passos de evolução pela alquimia clássica. Sua missão é capacitar o homem contemporâneo para sua cura pessoal de modo simples e eficaz.

A alquimia é um processo que requer raciocínio, reflexão e ação correta. O alquimista progride em sua busca através de tentativa e erro, aprendendo tanto com os sucessos quanto com os fracassos. Trata-se de um processo em espiral, no qual se pode retornar a um ponto anterior, para modificar seu resultado, como em situações nas quais enfrentamos novamente um problema antigo transformando-o desta vez de acordo com o que tivermos aprendido na experiência anterior.

O crescimento de uma pessoa se manifesta em ciclos de desenvolvimento, que são cinco:

Ciclo da Infância: pensamento mágico, pureza, alegria genuína, início da aprendizagem escolar e idealização da figura dos pais. Dependência dos adultos.

Ciclo da Adolescência: mudanças corporais, descobertas, desilusões, questionamentos, instabilidade emocional. Entrada na faculdade. Busca de independência.

Ciclo do Adulto: entrada no mercado de trabalho, noivado, casamento, filhos, compra da casa própria. Independência.

Ciclo do Adulto Maduro: estabilidade profissional e econômica. Formatura e casamento dos filhos. Ninho vazio. Independência.

Ciclo do Envelhecimento: etapa em que se observa um declínio das funções biológicas e fisiológicas em comparação com o organismo dos adultos. Aposentadoria, viuvez, metas e novos objetivos. Dependência.

Experiências como período de estudos, vida profissional, casamento e filhos seguem o mesmo padrão de desenvolvimento da pessoa.

Como exemplo podemos ilustrar um conflito conjugal, que passou por um início (infância do conflito) e um período de amadurecimento até resultar em uma crise no casamento. Cada pessoa deste casal reage aos conflitos do relacionamento segundo um padrão de resposta aprendido na própria infância, e que se repete ao longo das experiências vividas. Para que a crise conjugal do aqui e agora seja resolvida é necessário que este casal revisite o desenvolvimento da relação desde a infância da mesma, identificando a cada passo os conflitos que construíram a crise atual. Esta revisita a nível mental é acompanhada pelo poder transformador no campo energético de cada uma das 28 essências do sistema FLORESCÊNCIA .

O diferencial energético destas essências está no fato delas apresentarem a conjunção das vibrações de todos os elementos da natureza, o que aciona a troca de mensagens em todos os níveis da rede multidimensional de escalas de energia de que somos constituídos.

O objetivo final é a não repetição dos velhos padrões de funcionamento, que se manifestam primeiro em conflitos emocionais para culminarem em doenças no corpo físico.

Fazem parte ainda deste Sistema duas fórmulas compostas, nove sprays para uso pessoal e 28 cartas alquímicas.

 

DALVA NASCIMENTO E SILVA

PESQUISADORA

 

It was cheaper than the 5512, built especially to replica watches sale get it on the wrist of everyone and anyone, and it worked like a charm. The 5513 could be had for around two weeks' average wage, making it replica watches uk extremely accessible and successful. After Wilsdorf's death in 1960, Rolex continued its founder's dominance of the sea with aplomb. The concept Deep Sea Special visited the lowest place on replica watches sale Earth - the Mariana Trench - in the same year, and the Sea-Dweller, with its patented gas escape valve, secured a contract with diving rolex replica uk contractor COMEX in 1967. But the biggest challenge was yet to come, and it was powered by a battery. Through the sixties and replica watches sale seventies, companies like Bulova and Elgin began development of an electronic watch. Once Seiko got wind of this new technology, they took the concept and ran with replica watches sale it, causing what is now known as the 'quartz crisis'.